Friday, December 28, 2007

Madeleines de chocolate amargo

English version

Dark chocolate madeleines

Estas madeleines foram feitas especialmente para uma pessoa muito, muito querida. Uma mulher que se tornou uma amiga há um certo tempo. Nós conversamos sobre milhões de coisas, rimos juntas e também choramos juntas.
C., adoro você e lhe desejo o que há de melhor não somente em 2008 mas sempre!

Fiz as madeleines usando uma das várias receitas maravilhosas do blog Bake or Break e a gentil Jennifer me deixou postá-la aqui no meu blog também.

As madeleines estavam deliciosas e bem úmidas por dentro – o sabor e a textura me lembraram aqueles bolos de chocolate fantásticos em que pouca ou nenhuma farinha de trigo é adicionada à receita, como o Suzy’s cake do Pierre Hermé.

Dark chocolate madeleines

Madeleines de chocolate amargo

- xícara medidora de 240ml

1 colher (sopa) de manteiga sem sal derretida (pra untar as formas)
85g de chocolate amargo, bem picadinho
85g/6 colheres (sopa) de manteiga sem sal em pedacinhos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 ovos tipo jumbo*, em temperatura ambiente
1/3 xícara (65g) de açúcar refinado
½ xícara (70g) de farinha de trigo peneirada
¼ colher (chá) de sal

Pré-aqueça o forno a 175ºC. Com um pincel culinário ou um pedaço de papel toalha, unte as formas para madeleine com a manteiga derretida.

Junte o chocolate e a manteiga em um refratário e derreta-os em banho-maria ou no microondas, em potência baixa, mexendo a cada 30 segundos até que derretam. Adicione a baunilha e misture.

Usando a batedeira, bata os ovos em velocidade média até que fiquem com aparência de espuma (cerca de 1 minuto). Adicione o açúcar e bata até obter um creme espesso e claro (aprox. 5 minutos). A mistura deve cair dos batedores formando uma “fita”.

Em uma outra tigela, misture a farinha e o sal. Adicione à mistura de ovos em três etapas, batendo em velocidade baixa após cada adição; o creme deve ficar homogêneo. Junte o chocolate+manteiga e misture bem.

Derrame a massa nas formas de madeleines usando uma colher ou um saco de confeitar – não deixe que ar se prenda na massa ao fazer isso; encha cada cavidade da forma até ¾ de sua capacidade (fui teimosa e coloquei um pouco mais). Coloque as formas dentro de assadeiras e leve ao forno por 10 minutos – se você assar duas formas ao mesmo tempo, asse por 6-7 minutos e depois inverta a posição delas dentro do forno; asse por mais 6-7 minutos.

As madeleines estarão prontas quando os topos, ao serem tocados, voltem ao lugar ligeiramente.

Guarde as madeleines em um pote hermético, em temperatura ambiente, por até 3 dias – coloque papel manteiga entre as camadas.

* Ovos grandes ou tipo jumbo são intercambiáveis desde que a quantidade de ovos pedida na receita não ultrapasse 4.

Rend.: 15 madeleines pequenas + 6 das grandes (da forma com formato de vieira)

Dark chocolate madeleines

Saturday, December 22, 2007

Cookies macios de gengibre

English version

Ginger chewies

A querida Susan está promovendo um evento muito bacana, o “Christmas Cookies from Around the World” – se sentirem vontade de fazer cookies e precisarem de inspiração, é lá mesmo que devem clicar!

Food+Blogga+Cookie+Logo

Estou planejando participar do evento desde que ela o anunciou, mas tive uma dificuldade enorme para escolher a receita. Tenho postado vários cookies ultimamente, mas queria algo com jeitão de Natal – acho que consegui.

Adoro especiarias, por isso esse cookie se tornou um dos meus favoritos de todos os tempos. Espero que gostem deles também!

Boas Festas!

Ginger chewies

Cookies macios de gengibre
mais uma do Big Fat Cookies

- xícara medidora de 240ml

2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de gengibre em pó
½ colher (chá) de cravo moído – usei um pouquinho menos
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 xícara (160g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir
1 ovo grande
¼ xícara (60ml) de melado de cana
cerca de ¼ xícara (55g) de açúcar granulado

Pré-aqueça o forno a 175ºC – você vai usar a grade do meio para assar os cookies.
Forre duas assadeiras grandes com papel manteiga ou papel pardo.

Peneire a farinha, o bicarbonato, o sal, a canela, o gengibre e o cravo em uma tigela média e reserve.
Em uma tigela grande, usando a batedeira em velocidade média, bata a manteiga e o açúcar mascavo até obter um creme (cerca de 1 minuto). Desligue a batedeira e raspe as laterais da tigela para uma mistura mais homogênea. Adicione o ovo e o melado e bata até o creme ficar com um tom marrom claro, mais ou menos 1 minuto. Em velocidade baixa, adicione os ingredientes peneirados e bata só até incorporá-los.

Coloque o açúcar granulado em um pedaço grande de papel manteiga/pardo ou em um prato. Separe 1 colher (sopa) nivelada de massa e enrole, formando uma bola. Passe a bola no açúcar e coloque nas assadeiras preparadas. Continue formatando os cookies, deixando 5cm de espaço entre um e outro.

Asse os biscoitos (uma assadeira por vez) até que a superfície esteja firme e o centro ainda molinho – deverá haver várias rachaduras na superfície deles (cerca de 14 minutos). Deixe-os esfriar na assadeira por 5 minutos; retire-os com a ajuda de uma espátula grande de metal e transfira para uma gradinha para esfriar completamente.

Os cookies podem ser guardados em um pote hermético bem fechado por até 4 dias.

Ginger chewies

Rend.: 45 – se você quiser fazer cookies gigantes como os do livro, use ¼ xícara de massa para cada bolinha; o rendimento será de 14 cookies

Ginger chewies

Cookies prontinhos para serem entregues.

Thursday, December 20, 2007

Cookies crocantes com gotinhas de chocolate

English version

Chocolate chip (sort of) whoppers

Depois de uma tarde assando chocottones (para presentear o pessoal do trabalho) não me restou um único ovo na despensa. Nenhunzinho sequer. Nada.
Eu queria fazer uns cookies mas uma preguiça colossal me impediu de ir ao mercado – por sorte, encontrei uma receita de cookies com gotas de chocolate que não levava ovos.

A massa é bem fácil de fazer e assei os biscoitos num piscar de olhos. Como não os queria gigantes, usei 1 colher (sopa) para medir a massa – e ainda assim consegui cookies grandes (do tamanho da palma da minha mão, uns 7cm de diâmetro). Na receita em inglês os cookies são chamados de “whoppers” – os meus são “quase whoppers”.

A receita pede 2 xícaras (336g) de gotinhas de chocolate, mas achei que 250g seriam suficientes.

Da próxima vez que você sentir vontade de “bake” alguma coisa e não tiver ovos em casa, experimente esses cookies – e sinta-se à vontade para adicionar mais gotinhas se assim preferir.

Chocolate chip (sort of) whoppers

Cookies crocantes com gotinhas de chocolate
do Big Fat Cookies

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, derretida e quase fria
1 xícara (220g) de açúcar granulado
½ xícara (80g) de açúcar mascavo* – aperte na xícara na hora de medir
1 colher (chá) de baunilha
3 colheres (sopa) de água
250g de gotinhas de chocolate meio-amargo – usei mini gotinhas

Pré-aqueça o forno a 175ºC – você vai usar a grade do meio para assar os cookies.
Forre duas assadeiras grandes com papel manteiga ou papel pardo.

Peneire a farinha, o bicarbonato e o sal em uma tigela média e reserve. Em uma tigela grande, usando a batedeira em velocidade baixa, bata a manteiga derretida, os açúcares e a baunilha até obter um creme, cerca de 30 segundos. Desligue a batedeira e raspe as laterais da tigela.
Acrescente os ingredientes secos reservados e bata em velocidade baixinha só até incorporar tudo – a massa vai ter uma aparência meio esfarelada. Junte a água e bata – a textura vai mudar para macia e sedosa. Misture as gotinhas de chocolate.

Usando uma colher de sorvete ou uma xícara medidora com capacidade para ¼ xícara (60ml), faça bolas de massa e coloque-as nas assadeiras preparadas – deixe 7,5cm de distância entre uma bola e outra. Aperte cada bolinha levemente até conseguir a altura de aproximadamente 1,9cm – as minhas ficaram mais fininhas.

Leve ao forno (uma assadeira por vez) e asse até os topos ficarem levemente dourados e com poucas rachaduras, cerca de 17 minutos. Deixe esfriar nas assadeiras por 5 minutos; retire os cookies com uma espátula grande de metal e coloque-os em grelhas para esfriar completamente.

Os cookies podem ser guardados em um pote hermético bem fechado, em temperatura ambiente, por até 4 dias.

* a receita original pede ¾ xícara de açúcar mascavo claro e ¾ xícara de açúcar granulado – como o açúcar mascavo que eu tinha era escuro, alterei um pouco as quantidades.

Rend.: 15 cookies – como usei menos massa em cada bolinha, consegui 33

Chocolate chip (sort of) whoppers

Monday, December 17, 2007

Oooops, eu os fiz de novo... Super cookies de chocolate da Jéssica

English version

Jessica's super chocolate cookies

Devo estar ficando caduca. Só pode ser.

A Valentina postou uma receita de cookies especialmente para a Jéssica. Pareciam super gostosos e eu e minha irmã os fizemos num dia em que ela estava na minha casa.

Qual não foi a minha surpresa em perceber, mais de um mês depois, na hora de postar os cookies, que eu já os tinha feito antes????

Realmente, não percebi em momento algum. A aparência deles ficou diferente, também - juro que não estou tentando me justificar... :)

Esses cookies são tão gostosos que valem a pena serem postados novamente; foi uma ótima idéia da Jéssica usar gotinhas de chocolate branco, também – pelo menos assim eles ficaram um pouquinho diferente dos outros.

Posto a receita do jeito que a peguei no blog da Tina.

Jessica's super chocolate cookies

Super cookies de chocolate da Jéssica

125g de chocolate amargo – usei 60% de cacau
150g de farinha de trigo
30g de cacau
1 colher (chá) generosa de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
125g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
75g de açúcar mascavo
50g de açúcar
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ovo gelado
100g de gotinhas de chocolate meio-amargo
100g de gotinhas de chocolate branco

Pré-aqueça o forno a 170ºC. Peneire a farinha, o cacau, o sal e o bicarbonato de sódio numa tigela e reserve. Derreta o chocolate no microondas ou em banho-maria. Bata a manteiga e os açúcares até que fiquem bem cremosos. Depois acrescente o chocolate derretido e bata um pouco. Coloque o extrato de baunilha e o ovo e misture bem. Depois acrescente os ingredientes secos e mexa. Por fim acrescente as gotas de chocolate e misture para incorporá-las bem.

Unte uma assadeira e com uma colher de servir sorvete meça as medidas de massa. Bata a colher da assadeira para que a massa saia como uma bola de sorvete. Não amasse a bolinha. Deve render pelo menos 12*. Asse por uns 18 minutos. Retire do forno e deixe esfriar na assadeira por uns 4 minutos antes de transferir para a grelha.

* fizemos os cookies usando 1 ½ colher (sopa) de massa e obtivemos 24 unidades

Friday, December 14, 2007

Cookies de parmesão, pimenta do reino e ervas

English version

Savory herb, black pepper and parmesan shortbread

Acho que vocês já devem ter percebido o quanto gosto de fazer cookies, bolos, pães – todas aquelas receitinhas que entram na categoria “baking” (não conheço uma tradução boa para a palavra). Eu até já fui uma Daring Baker. Mas nunca tinha feito cookies salgados antes.

Marquei esta receita depois de vê-la no blog da L., o Bake and Shake. Os cookies dela pareciam deliciosos e não dá pra errar com queijo e ervas. Ah, e manteiga. É realmente impossível. :)

Fiz os cookies para dar de presente e pra ser bem sincera quase desisti de entregá-los – estavam tão gostosos! São um ótimo petisco e vão super bem com uma cerveja bem gelada. Ou com caipirinha...

Savory herb, black pepper and parmesan shortbread

Cookies de parmesão, pimenta do reino e ervas

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (113g) de manteiga salgada, amolecida – usei sem sal
¼ xícara cheia (35g) de parmesão ralado
1 colher (chá) de pimenta do reino moída na hora
½ colher (chá) de sal
1 colher (chá) de manjericão seco (ou use a erva seca que preferir)
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo

Forre uma assadeira de alumínio com papel manteiga. Reserve.

Em uma tigela de batedeira, coloque a manteiga, o sal, o parmesão, a pimenta e o manjericão e bata em velocidade média até obter um creme todo pintadinho. Vá adicionando a farinha aos poucos, e bata em velocidade baixa até que uma massa se forme – você saberá o ponto certo quando “beliscar” a massa com as pontas dos dedos e ela se juntar; caso ainda esteja esfarelando, adicione 1 colher (sopa) de água gelada – não precisei.
Coloque a massa sobre uma superfície levemente enfarinhada, formate-a como uma bola e em seguida como um cordão de 30-35cm de comprimento (não vai ser muito fininho). Faça o cordão com uma espessura homogênea para obter cookies iguais em tamanho. Embrulhe o cordão em papel alumínio, filme PVC ou plástico e leve ao freezer por pelo menos 30 minutos (você pode deixá-lo mais tempo no freezer caso não vá assar os cookies logo em seguida).

Pré-aqueça o forno a 175ºC.

Remova a massa do freezer, desembrulhe e fatie, formando os biscoitinhos; a receita original (da Ina Garten) tem um rendimento de aproximadamente 36 unidades, a L. conseguiu 24 e eu, 35. Arrume-os na assadeira forrada com papel e deixe um espacinho entre um e outro - não vão espalhar.
Asse por 15-25 minutos, checando depois de 15, até que os cookies dourem nas beiradas e o cheiro maravilhoso deles tome conta da sua cozinha.

Retire do forno, deixe esfriar completamente ou sirva morninhos, se desejar.

Rend.: 35-36 cookies.

Savory herb, black pepper and parmesan shortbread

Wednesday, December 12, 2007

Cookies de chocolate com recheio de baunilha (Oreos caseiros)

English version

Chocolate Sandwich Cookies with Vanilla-Cream Filling (Homemade Oreos)

Há coisas que já consideramos boas mesmo antes de as vermos/ouvirmos.

Kanye West, por exemplo; eu já sabia quem ele era (houve aquela crítica dele ao Bush na TV, ao vivo, depois da tragédia provocada pelo Katrina) mas não conhecia nenhuma de suas canções. Mas na hora em que li que ele tinha gravado uma canção com o Daft Punk eu soube que só poderia ser algo ótimo – e não estava errada. O mais bacana é que eles estão no clipe, também! Não é o máximo?

Tive o mesmo tipo de pensamento ao ver esta receita. Quando li que os cookies eram uma versão caseira de Oreos sabia que teria de fazê-los. Oreos são deliciosos – eu simplesmente os adoro – e a Adrienne diz no post que esses cookies eram MELHORES que Oreos... Tenho de dizer que ela estava certa. Tão certa. Os cookies são FANTÁSTICOS.

O recheio que fiz ficou bem doce porque acabei usando mais açúcar de confeiteiro do que era necessário; por favor, não liguem para os meus tolos erros de conversão – façam esses cookies o quanto antes! (As medidas postadas estão corretas).

Uma última pergunta: alguém já assistiu a este vídeo? Está na minha wish list e adoraria ouvir a opinião de vocês a respeito.

Chocolate Sandwich Cookies with Vanilla-Cream Filling (Homemade Oreos)

Cookies de chocolate com recheio de baunilha (Oreos caseiros)

- xícara medidora de 240ml

Cookies:
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
½ xícara (45g) de cacau em pó sem adição de açúcar
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
1 ½ xícaras (300g) de açúcar
½ xícara + 2 colheres (sopa) (141g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 ovo grande

Recheio de baunilha:
¼ xícara (57g/½ stick) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
¼ xícara (57g) de gordura vegetal hidrogenada, em temperatura ambiente
2 xícaras (280g) de açúcar de confeiteiro peneirado
2 colheres (chá) de baunilha

Pré-aqueça o forno a 190ºC e arrume duas grades bem no centro dele.

Em um processador ou tigela de batedeira, peneire a farinha, o cacau, o bicarbonato, o fermento e o sal, junte o açúcar e misture bem. Comece a pulsar (ou bater em velocidade baixa) e vá acrescentando a manteiga e em seguida o ovo. Continue pulsando/batendo até obter uma massa.

Pegue porções de massa equivalentes a 1 colher (chá) cheia e coloque-as em assadeira forradas com papel manteiga (fiz bolinhas para que ficassem mais uniformes), com uma distância de 5cm entre uma e outra. Com a palma de uma das mãos levemente umedecida, achate levemente as bolinhas. Asse por 9 minutos (assei por 10) rodando a assadeira no forno na metade do tempo para que os cookies assem de maneira homogênea. Retire do forno e coloque sobre uma grade para esfriar.

Faça o recheio: coloque a manteiga e a gordura vegetal numa tigela de batedeira e bata em velocidade baixa. Vá acrescentando aos poucos o açúcar e a baunilha, ainda em velocidade baixa, batendo sem parar. Depois de acrescentar tudo, coloque em velocidade alta e bata por 2-3 minutos ou até que o recheio fique cremoso e fofinho.

Agora, a montagem: coloque o creme num saco de confeitar com um bico redondo de aprox. 1,25cm. Pegue um cookie e coloque uma bola de recheio no centro dele – cerca de 1 colher (chá) cheia. Cubra com outro cookie de mesmo tamanho e aperte levemente para que o recheio se espalhe pelos biscoitos.
Continue o procedimento até que todos os biscoitinhos estejam recheados.

Rend.: 30 unidades – consegui 37

Chocolate Sandwich Cookies with Vanilla-Cream Filling (Homemade Oreos)

Monday, December 10, 2007

Espaguete com manjericão, ricota defumada e pimentões assados

English version

Spaghetti with basil, smoked ricotta and roast bell pepper

Sempre me interesso por novas maneiras de preparar o bom e velho macarrão.
Não me levem a mal: amo molho de tomate fresquinho (só uso caseiro) mas há tantas possibilidades de se preparar massas que é quase um pecado não testar novos molhos e diferentes combinações de ingredientes.

Se você está com pressa e precisa preparar o jantar num piscar de olhos, esta receita é ótima: dá pra tomar um banho enquanto os pimentões assam e ferver a água/cozinhar a massa enquanto eles esfriam.

A receita original pedia feta, mas decidi usar uma ricota defumada deliciosa que tinha na geladeira. O sabor adocicado do pimentão combinou muito bem com o salgadinho do queijo.

aaWeekendHerbBlogging

Esta é a minha contribuição para o Weekend Herb Blogging, desta vez hosted pela Astrid, do Paulchen's Food Blog.

Espaguete com manjericão, ricota defumada e pimentões assados
adaptei do Kitchen: The Best of the Best

4 pimentões vermelhos
3 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
1 colher (chá) de vinagre balsâmico
125g (1 maço) de manjericão
400g de espaguete
150g de ricota defumada

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Pincele os pimentões com um pouquinho de azeite, corte-os ao meio no sentido do comprimento e coloque-os em uma assadeira – o lado cortado virado pra baixo.
Asse por 20 minutos ou até que a casca escureça bem e pareça queimada. Coloque os pimentões ainda quentes num saquinho plástico ou numa tigela e cubra com filme PVC. Deixe-os esfriar completamente e então remova as sementes e a casca.
Coloque a polpa restante num processador e junte o vinagre e 10 folhas de manjericão; tempere e processe. Acrescente o líquido que sobrou na assadeira (se houver) e um pouco de azeite e vá processando até obter consistência de molho.
Coloque o molho numa panela grande e leve ao fogo baixo para mantê-lo aquecido.

Cozinhe o espaguete até ficar al dente; escorra a massa e despeje-a na panela com o molho de pimentão. Esfarele metade da ricota sobre o macarrão e misture levemente todos os ingredientes.

Sirva com o manjericão restante e salpique a outra metade da ricota esfarelada por cima.

Rend.: 4 porções

Friday, December 07, 2007

Cookies de chocolate ao leite

English version

Double Chocolate Cookies

O hábito de assar biscoitos (e outras coisas) para dar de presente nesta época do ano é algo que não temos aqui no Brasil – acho uma pena, pois é um gesto tão bonito!
Desde que comecei a ler blogs de comida – e de blogar também – resolvi adotar esta tradição. Fiz uns biscoitinhos no ano passado, além de trufas, e gostei tanto que esse ano farei novamente. E no ano que vem também. E no próximo.

Salvei esses biscoitos no meu del.icio.us no dia 24 de novembro e imediatamente imprimi a receita – achei bacana e quis testá-la. A decisão final veio alguns dias depois, quando vi que a Jenjen havia feito os cookies – e os dela estavam ainda mais bonitos e pareciam mais gostosos que os do site da Martha Stewart!

A receita não é difícil; o único problema foi usar a minha colher para sorvete para moldar a massa – decididamente aquela NÃO É uma boa colher para isso. Os cookies ficaram grandes demais e não gostei deles. Moldei o restante da massa com uma colher medidora redondinha que tenho, com capacidade para 1 ½ colheres (sopa) e eles ainda ficaram grandes, mas bons o bastante para segurar sem que quebrassem no meio.

Assei meus cookies por 2 minutos a mais do que a receita pede – ficaram molinhos no centro e meio crocantes nas beiradas. Muito, muito bons. :)

Double Chocolate Cookies

Cookies de chocolate ao leite

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (140g) de farinha de trigo
½ xícara (45g) de cacau em pó sem adição de açúcar
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal*
224g de chocolate ao leite de boa qualidade, sendo 112g picadinhos e 112g em pedaços de aprox. 0,60cm
½ xícara (113g) de manteiga sem sal
1 ½ xícaras (300g) de açúcar
2 ovos grandes
1 colher (chá) de baunilha

Pré-aqueça o forno a to 165ºC. Misture a farinha, o cacau, o bicarbonato e o sal em uma tigela e reserve. Derreta os 112g de chocolate picadinho com a manteiga em banho-maria e deixe esfriar ligeiramente.

Coloque a mistura de chocolate na tigela da batedeira, junte o açúcar, os ovos e a baunilha e bata em velocidade média até combiná-los bem. Reduza a velocidade e acrescente os ingredientes secos. Desligue a batedeira e adicione os pedaços de chocolate, misturando-os à massa com uma colher de pau ou espátula.

Usando uma colher para sorvete de aprox. 3,75cm (ou não!), molde bolinhas de massa e coloque-as sobre assadeiras forradas com papel manteiga, deixando 5cm entre uma e outra.
Asse até que os cookies esparramem e as superfícies rachem, cerca de 15 minutos (os biscoitinhos ainda estarão moles). Deixe esfriar ainda sobre o papel manteiga – transfira o papel para uma grelha.

Os cookies podem ser guardados em potes ou latas herméticos em temperatura ambiente por até 3 dias – coloque camadas de papel manteiga entre os biscoitinhos.

* a receita original pede “coarse salt”. Achei que o sal grosso ficaria esquisito nesta receita, por isso usei um sal que trouxe das férias, o Maldon – ele tem a aparência de uns floquinhos. Acho que a flor-de-sal cairia bem aqui (como é usada nos World Peace Cookies). Leia aqui mais sobre os diferentes tipos de sal (em inglês).

Rend.: 3 dúzias – consegui 6 dos gigantes + 24 dos grandes

Double Chocolate Cookies

Tuesday, December 04, 2007

Madeleines de mel e limão

English version

Lime honey madeleines

Estas delicadas madeleines são uma singela homenagem a uma amiga que mora do outro lado do mundo - tenho certeza de que vocês sabem de quem estou falando... :)

Uma amiga generosa e sensível, que colocou no correio uma caixa endereçada ao Brasil, cheia de coisas lindas e adoráveis. Entre os presentes, estavam formas de madeleines:


Demorei séculos para estreá-las porque sempre que me decidia a fazer as madeleines lembrava de que teria de deixar a massa na geladeira antes de assar – e é claro que Murphy, que também é meu amigo (às vezes), fazia com que eu me animasse para fazer a receita quando não haveria tempo hábil para o tal descanso.

Estreei as minhas formas usando uma receita de quem me enviou o presente – as madeleines ficaram maravilhosas! Nunca tinha provado esse charmoso bolinho e foi algo inusitado e gostoso. O perfume do limão é contagiante e o sabor, então... Nem preciso dizer que viciam mesmo. Mal posso esperar para testar outras receitas.

Akemi, querida, você é realmente uma pessoa especial. E que sorte tê-la como minha amiga! Obrigada por compartilhar comigo coisas tão bacanas – um super beijo!

Lime honey madeleines

Madeleines de mel e limão

100g de manteiga sem sal
100g de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
2 ovos médios
60g de açúcar
30g de mel – usei de laranjeira
2 colheres (sopa) de suco de limão
1 pitada de raspas de limão – é opcional; usei as raspas da casca de um limão grande inteiro

Unte bem as forminhas de madeleines com manteiga sem sal e polvilhe farinha de trigo. Bata bem o excesso e reserve.
Peneire a farinha de trigo com o fermento numa tigela.

Numa tigela, bata os ovos com o açúcar com a ajuda de um batedor de claras. Junte o suco de limão, as raspas e a farinha peneirada. Misture só o suficiente para incorporar a farinha.
Derreta a manteiga junto com o mel em banho-maria ou por alguns segundos no microondas. Despeje a manteiga na massa e misture bem.

Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por, no mínimo, uma hora – deixei de um dia para o outro. Distribua a massa nas forminhas. Não é preciso nivelar a superfície da massa, pois ela vai se espalhar na forma enquanto assa.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 20 minutos – faça o teste do palito se precisar.

Lime honey madeleines

Rend.: 12 madeleines – consegui 15 das pequenas + 5 conchinhas maiores

Lime honey madeleines

Os "calombos" ficaram pequeninos... Preciso preparar mais madeleines até obter os calombos corretos!

Friday, November 30, 2007

Salada de tomate, manjericão e queijo de cabra crocante

English version

Crispy goat’s cheese, tomato and basil salad

Mais uma receita da Donna Hay – da revista #35, pra ser mais exata.

Sou uma grande admiradora de seu trabalho e quem lê o blog há um tempo já sabe disso – eu e a Joey poderíamos fundar um fã clube pra ela. :)

Experimentei queijo de cabra pela primeira vez nas férias e realmente não sei por que esperei tanto. Eu o comi em saladas, quiche, sanduíches, massas... E adorei tudinho. “Preciso começar a cozinhar com esse queijo”, pensei.

O João comprou o queijo no Pão de Açúcar perto de casa (eu nem sabia que pudesse encontrar o produto por lá, na nossa cidadezinha minúscula, já tinha tentado umas vezes e nada) e não titubeei: já fui logo pegando meus livros e revistas DH para procurar por uma receita.

Que delícia de salada! Sei que isso não soa muito modesto, mas é um dos pratos mais gostosos que já fiz. O queijo ficou ótimo à milanesa: bem crocante por fora, derretidinho por dentro; a combinação tomate + manjericão é sempre um sucesso e o molho combinou de maneira perfeita com todos os ingredientes – tudo ficou extremamente saboroso junto.

Não gosto de repetir receitas – tem tanta coisa nova bacana pra provar, né? – mas essa é uma salada que me vejo fazendo de novo, e de novo, e de novo...

aaWeekendHerbBlogging

Este é o meu post para o Weekend Herb Blogging e a host da vez é a Simona, do blog Briciole.

Crispy goat’s cheese, tomato and basil salad

Salada de tomate, manjericão e queijo de cabra crocante
da Donna Hay magazine

- medidas métricas e em xícaras obtidas na revista

farinha de trigo para polvilhar
1 xícara (110g) de farinha de rosca
240g de queijo de cabra, em fatias
2 ovos, ligeiramente batidos
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 tomates grandes e maduros, fatiados
1 xícara de folhas de manjericão – usei o manjericão anão
1 maço (100g) de rúcula – remova os talos mais grossos

Molho balsâmico:
¼ xícara de azeite de oliva
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico
1 colher (chá) de açúcar refinado

Comece pelo molho: misture bem todos os ingredientes em uma tigelinha; reserve.

Coloque a farinha de trigo e a de rosca em pratos separados. Passe as fatias de queijo pela farinha de trigo, depois pelos ovos batidos e finalmente pela farinha de rosca.
Aqueça o azeite numa frigideira anti-aderente em fogo alto. Frite as fatias de queijo no azeite por 1 ou 2 minutos de cada lado – o suficiente para que fiquem douradas e crocantes. Escorra sobre papel toalha.
Divida o queijo, as fatias de tomate, o manjericão e a rúcula em 4 pratos e regue com o molho. Sirva a seguir.

Rend.: 4 porções

Tuesday, November 27, 2007

Chocolate pots de crème

English version

Chocolate pots de crème

A Peabody se mudou recentemente para uma linda casa nova e para comemorar ela está dando uma festa: a Housewarming Party, no estilo pot luck – cada um dos convidados leva um prato. Mais ou menos como fazíamos nas festinhas da escola, lembram? Aquela história de levar um prato de doce ou salgado...
Ela é uma super querida, tão talentosa e generosa, e uma das minhas cozinheiras favoritas – por isso, quis muito participar do evento!

Pensei em vários pratos para “levar” e decidi que uma sobremesa seria algo bacana; raramente comemos sobremesa em casa. Também estava planejando usar as fantásticas barras de chocolate Green & Black’s que a Valentina me deu de presente quando esteve no Brasil. Então, aqui está: uma espécie de pudim de chocolate, sedoso e delicioso! Ótimo para as ocasiões em que recebemos os amigos, pois pode ser feito de véspera.

Decorei os potinhos com chantilly e tirinhas de casca de limão siciliano, mas sinta-se à vontade para usar a imaginação: minha primeira idéia foi usar framboesas, mas não encontrei. Acabei comprando umas amoras lindas e brilhantes, bem pretinhas, mas estavam tão azedas que fiquei com os olhos cheios d’água depois de provar uma.

Pea, espero que goste da minha contribuição para a sua festa. Que você tenha momentos maravilhosos e muito amor na sua nova casinha!

Chocolate pots de crème

Chocolate pots de crème
do The Williams-Sonoma Collection: Dessert

1 1/3 xícaras (340ml) de creme de leite fresco
1 1/3 xícaras (340ml) de leite integral
185g de chocolate amargo, bem picadinho
1 colher (sopa) de pó para café expresso ou café solúvel – usei o último
6 gemas grandes
¼ xícara (50g) de açúcar

Pré-aqueça o forno a 150ºC. Separe seis tigelinhas ou xícaras com capacidade para 180ml e uma assadeira rasa.

Coloque o creme de leite, o leite, o chocolate e o café numa panela e leve ao fogo médio-alto, mexendo sempre até o chocolate derreter e o líquido esquentar – não deixe ferver. Retire do fogo e reserve.

Em uma tigela, misture as gemas e o açúcar e mexa bem com um fuê. Continue mexendo constantemente e vá despejando, aos poucos, o líquido da panela – faça isso com cuidado para que o calor do líquido não cozinhe as gemas. Misture bem.
Passe a mistura por uma peneira fina e despeje-a numa vasilha com capacidade para 1 litro. Usando uma colher grande, remova quaisquer bolhas ou espuma que se formem na superfície do líquido*.
Divida a mistura entre os potinhos e coloque-os na assadeira. Despeje água fervente na assadeira – você vai assar a sobremesa em banho-maria. Cubra a assadeira com papel alumínio e leve ao forno por 55-60 minutos – para ver se os pots de crème estão no ponto, segure um potinho (com cuidado, pois estará super quente!) e sacuda-o gentilmente – o centro da sobremesa deve balançar bem de leve.
Retire a assadeira do forno e deixe esfriar completamente. Leve os potinhos à geladeira, ainda cobertos com papel alumínio, por no mínimo 2 horas (ou faça de véspera).
Sirva bem geladinhos.

* esqueci completamente tais etapas. :S

Rend.: 6 porções

Chocolate pots de crème

Monday, November 26, 2007

Doce de abóbora

English version

Butternut squash compote – doce de abóbora

Mais uma receitinha feita a pedido do João – nunca tinha feito doce de abóbora e corri pro Santo Google em busca de ajuda. Entre tantos resultados, vi um post da Clarice e é claro que foi lá que cliquei!
Ela, por sua vez, pegou a receita no blog da Si – mais um motivo para eu testá-la. E que surpresa boa foi: o doce ficou maravilhoso!
Enquanto a abóbora cozinhava, o João me dizia da sala “hum, já está com cheiro de doce de abóbora!”.
Havia muitos anos que eu não comia doce de abóbora e honestamente não me lembro de ter comigo um tão gostoso – que me desculpe a minha vó Luiza!


aaWeekendHerbBlogging

Este é o meu post para o Weekend Herb Blogging, desta vez hosted pela criadora do evento, a adorável Kalyn, do blog Kalyn’s Kitchen.

Butternut squash compote – doce de abóbora

Doce de abóbora

- xícara medidora de 240ml

500g de abóbora pescoço, descascada, sem sementes e cortada em cubos de 2cm
250g de açúcar refinado
5-6 cravos da índia
½ xícara de coco ralado – usei de pacotinho

Coloque a abóbora, o açúcar e os cravos numa panela de fundo grosso e misture bem. Leve ao fogo médio e cozinhe até a abóbora ficar bem macia – vá mexendo de vez em quando.
Quando a abóbora estiver bem cozidinha, amasse-a com um amassador de batatas ou algo parecido até obter uma pasta.
Continue cozinhando até a água sumir e continue mexendo de vez em quando, para não grudar – leva um tempo para ficar pronto, mas o resultado compensa, e muito!
Retire do fogo, misture o coco e deixe esfriar. Guarde num recipiente hermético, na geladeira, por até 4 dias.

É uma delícia puro e também com queijos de sabor suave, como o minas frescal.

Thursday, November 22, 2007

Cookies de limão da Nic

English version

Nic's lime cookies

Não é curioso como nosso gosto muda com o passar dos anos?

Estava pensando nisso outro dia, enquanto assistia a “Friends”. Eu amava o seriado, não perdia por nada no mundo. Agora, não o acho mais engraçado. Vi dois episódios, um depois do outro, e nenhuma risadinha sequer.

Quando era pequena, meu sabor preferido era chocolate. Amava bolo de chocolate, biscoito de chocolate, sorvete de chocolate... Um tempo depois, na adolescência, começou o meu amor pelos cítricos – amor esse que dura até hoje.

Esses cookies ficaram na minha lista por séculos e que bom que finalmente os fiz – são irresistíveis! Acredite, você não vai conseguir comer um só, por mais que tente.

Usei uma receita da Nicole e substituí o limão siciliano por limão taiti – o resultado foi ótimo. Quero fazer os cookies novamente, usando limão siciliano como ela fez.

Nic, querida, obrigada por uma receita tão bacana!

Nic's lime cookies

Cookies de limão da Nic

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras (400g) de açúcar
raspas da casca de dois limões grandes
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, amolecida
2 ovos grandes, em temperatura ambiente
1 colher (chá) de baunilha
1 colher (sopa) de sumo de limão
2 ¾ xícaras (385g) de farinha
¼ colher (chá) de sal
2 colheres (chá) de cremor tártaro
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

Prepare o açúcar aromatizado com limão: em um mini processador, coloque ½ xícara (100g) de açúcar com 1 colher (chá) de raspas de limão. Pulse várias vezes até que as raspas se misturem bem ao açúcar. Coloque o açúcar numa tigelinha e misture bem com um garfo, para desmanchar qualquer “pedrinha” que possa ter se formado. Reserve.

Faça a massa dos biscoitinhos: em uma tigela média, peneire a farinha, o sal, o cremor tártaro e o bicarbonato. Reserve.

Na tigela grande da batedeira – tem que ser grande mesmo – bata a manteiga e o açúcar restante (1 ½ xícaras/300g). Adicione os ovos, um a um, batendo bem. Em seguida junte a baunilha, o sumo de limão e as raspinhas de casca restantes. Acrescente os ingredientes secos, 1 xícara por vez, batendo bem a cada adição.

Leve a massa à geladeira por 1 hora.

Pré-aqueça o forno a 175ºC e forre duas assadeiras grandes com papel manteiga.

Usando 1 colher (sopa) de massa por vez*, faça bollinhas e passe-as pelo açúcar aromatizado. Coloque as bolinhas na assadeira e pressione-as com o fundo de um copo de vidro até que fiquem com 1,25cm de altura (os meus fiz mais fininhos) – passe o fundo do copo no açúcar para não grudar na massa.

Asse os cookies por 10-12 minutos a 175ºC – assei os meus por 14.

Rend.: 55 biscoitos grandes

* a Nicole fez cookies gigantes, usando 2 colheres (sopa) de massa por bolinha e conseguiu 24 unidades.

Wednesday, November 21, 2007

Macarrão com molho de limão siciliano

English version

Lemon pasta

Obrigada a todos pelos queridos comentários no meu post anterior – vocês realmente sabem como tornar o dia de uma garota especial!

Houve dois feriados emendados aqui em São Paulo e tive 6 dias de folga do trabalho – maravilha!! :)

Tivemos dias ótimos em casa, recebemos amigos, minha irmã passou um dia inteiro comigo (jogamos Super Mario umas mil vezes). Também cuidei das minhas plantinhas e fiz receitas novas.

aaWeekendHerbBlogging

Sei que este molho é bem fácil e conhecido por quase todo mundo, mas como foi a primeira vez que o provei e ficou bem gostosinho (sem a adição de creme de leite) decidi postar. E vai ser também o meu post para o Weekend Herb Blogging, desta vez hosted pela querida Truffle, do What’s on my Plate.

Macarrão com molho de limão siciliano
do Kitchen: The Best of the Best

400g de espaguete
3 limões sicilianos
1 punhado de salsinha picada
10 folhas de manjericão gigante, rasgadas – se quiser, use o manjericão anão (aumente a quantidade de folhinhas)
100g (1 xícara) de parmesão ralado
3-4 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
sal e pimenta do reino moída na hora

Raspe as cascas dos limões e coloque numa tigela. Adicione o suco de dois dos limões à tigela; acrescente o suco do terceiro limão à água de cozimento do macarrão. Cozinhe o espaguete até ficar al dente.
Junte a salsinha, o manjericão, o parmesão, o azeite, o sal e a pimenta à tigela com o suco/raspas de limão e misture bem.
Escorra o espaguete e imediatamente misture-o ao molho. Sirva em seguida.

Rend.: 4 porções

Saturday, November 17, 2007

Meu outro blog faz 1 ano!

English version

Technicolor Kitchen cake

Este blog fez aniversário em julho, mas eu estava numa época chata, longe da cozinha, que nem pude fazer um bolo para comemorar. :(
Hoje é aniversário do outro Technicolor Kitchen, o escrito em inglês, e estou contente por desta vez não deixar passar em branco.

É um bolo simples, com receitas que já fiz várias vezes, mas que são tão boas que não resisto a repeti-las, e repeti-las...

Aproveito o ensejo para agradecer a todos vocês que visitam o blog, que comentam as receitas, que mandam emails – obrigada por serem fontes constantes de inspiração e pelo apoio durante todo esse tempo! Vocês não imaginam o quanto isso tudo significa para mim!

Technicolor Kitchen cake

Bolo Technicolor Kitchen
receita do bolo branco daqui;
receita da cobertura daqui


Massa:
120ml de leite, em temperatura ambiente
3 claras
½ colher (chá) de extrato de amêndoa - usei essência
½ colher (chá) de extrato de baunilha
158g de farinha de trigo
175g de açúcar
2 colheres (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
85g de manteiga, amolecida

Recheio:
¼ xícara de doce de leite

Cobertura:
58g de manteiga
140g de chocolate amargo ou meio-amargo picado – usei chocolate com 60% de cacau

Comece preparando o bolo: Pré-aqueça o forno a 175ºC.
Unte duas formas redondas de 15cm, forre o fundo com papel manteiga e unte o papel. Polvilhe tudo com farinha de trigo.
Misture levemente o leite, as claras (sem bater, mesmo) e as essências usando um garfo. Reserve.
Coloque a farinha, o açúcar, o fermento e o sal numa tigela de batedeira com o batedor em forma de pá (já fiz com os batedores comuns e dá certo também), junte a manteiga e bata até obter uma textura parecida com areia úmida.
Adicione a mistura de leite, reservando um pouquinho (cerca de ¼ xícara) e bata em velocidade média por 1 minuto e meio. Acrescente o restante da mistura de leite e bata em velocidade alta por 30 segundos - não bata demais.
Divida a massa entre as assadeiras e asse por 30-35 minutos (faça o teste do palito). Os bolos ficam bem amarelinhos por cima e mais branquinhos por dentro.
Deixe esfriar por 15 minutos nas formas e depois coloque em grelhas para esfriar completamente antes de confeitar.

Monte o bolo antes de preparar a cobertura: coloque um dos bolos em um prato ou bandeja e espalhe o recheio. Coloque o outro bolo por cima.
Deixar o bolo na geladeira por um algumas horas vai facilitar na hora de confeitar, pois menos farelinhos se soltarão.

Faça a cobertura: Junte os ingredientes em uma tigela e derreta em banho-maria.
Misture bem para incorporá-los e utilize em seguida, pois a cobertura endurece rapidamente.

Rend.: 8-10 porções

Technicolor Kitchen cake

Related Posts with Thumbnails